COVID 19 e os novos padrões de consumo